segunda-feira, 28 de março de 2011

AOS AVÓS - 1º PRÉMIO - 1º CICLO



AOS AVÓS - 1º PRÉMIO - 2º CICLO



FRANCISCO PEREIRA, 5º E

OS AVÓS - 1º PRÉMIO DO 2º CICLO


POEMA AOS MEUS AVÓS


Obrigada ...

Obrigada pelo vosso carinho, sempre disponível,

Obrigada pelo sorriso, que ilumina o vosso rosto quando me vêem,

Obrigado por tudo o que me ensinam,

Obrigada pelas férias maravilhosas, cheias de aventuras e liberdade,

Obrigada pelo colo sempre pronto a receber-me,

Obrigada pelo piscar de olhos quando a mãe não está de acordo, Obrigado por estarem, ainda, cá para mim

E ... também muito obrigada por me terem dado uns pais que amo tanto.


A Vossa neta "Pirulita"

Beatriz L. Patrício, 6º D

OS AVÓS - 1º PRÉMIO DO 3º CICLO


OS AVÓS

Os avós são tudo para mim

Sem eles

O que seria de mim?

Avó, o seu sorriso aquece o meu coração,

O seu carinho é o meu corrimão

Quem me apoia quando preciso!

A comida da avó é deliciosa

Quando cai no estômago ...

Que coisa maravilhosa!

O amor da avó é como o arco-íris,

Os seus conselhos são uma ajuda ...

Nesta estrada de ladrilhos!

Miguel Â. G. Marques, 7º B

quinta-feira, 17 de março de 2011

FRASE SOBRE A LEITURA


"Um público comprometido com a leitura é crítico, rebelde, inquieto, pouco manipulável e não crê em lemas que alguns fazem passar por ideias".

Mário Vargas Llosa


SEMANA DA LEITURA - PROGRAMA


SEMANA DA LEITURA


DIVULGAÇÃO


Caros amigos,

Tenho dedicado muito do meu tempo à causa da Reabilitação do Legado e
da Casa de Aristides Sousa Mendes, cônsul português em Bordéus que
salvou cerca de 30 mi pessoas e que foi vítima de Salazar e da
indiferença de quase todos os portugueses...
- Como director do Festival ART&TUR (Festival Internacional de Filmes
de Turismo) criei a categoria Vida Humana, atribuindo o prémio
Aristides de Sousa Mendes ao filmes que melhor dignifiquem a condição
humana;
- A 23 de Abril de 2010 criei no Facebook a causa da Reabilitação do
Legado e da Casa de Aristides Sousa Mendes, que hoje conta com 10.546
aderentes...
- Produzi um filme alertando para o estado de degradação da Casa do
Passal (Casa que foi outrora de Aristides de Sousa Mendes), que
apresentei no Festival ART&TUR 2010;
- Fiz 230 cópias desse filme e ofereci-as como "prenda de Natal" a
todos os deputados;
- Como professor do ensino superior na área do Turismo Cultural e
Património, não me canso de falar aos meus alunos sobre a degradação
de tão importante património;
- Escrevi a ministros, deputados e candidatos à presidência alertando
para o facto do processo de atribuição do estatuto de património
nacional à Casa do Passal estar prestes a caducar (caducaria em final
de Dezembro). Graças aos meus insistentes apelos, conseguimos ganhar
um ano à burocracia...
Agora é a vez de apelar ao vosso entusiasmo, pedindo-vos para ajudarem
a dar visibilidade mediática a esta causa, que afinal deveria ser uma
causa de todos os portugueses, mas que devido à perniciosa
indiferença, derivada do baixo grau de cidadania, permanece na
penumbra da nossa memória colectiva.
Grato pela atenção
Cordiais saudações
Francisco Dias

quinta-feira, 10 de março de 2011

HISTÓRIA DA PÓVOA - 1

A – Olá ouvintes. Esta é mais uma emissão sobre lugares com história. Convosco o Daniel do 6º E.

B – Cumprimentos a todos. Eu sou a Catarina Nabais do 6º E e sou co-apresentadora do programa.

A – Parece que estás cansada!

B – O que achas, subi a rampa em passo largo … moro perto da estação dos comboios!

A – Vinhas mais devagar!

B – Tu sabes como é a Rádio! Cada segundo conta e os nossos ouvintes não perdoariam um minuto de atraso! A Póvoa de Santa Iria é muito inclinada!

A – Hoje vamos falar da nossa terra. Uma cidade maravilhosa, plantada na margem direita do Tejo a poucos kilómetros da sua foz.

B – Lisboa vê-se ao longe e a sede de concelho, Vila Franca de Xira, fica a apenas 12 kilómetros na direcção norte.

A – Em 1336 D. Vicente Afonso Valente, cónego da Sé de Lisboa, instituiu o “Morgado da Póvoa” em benefício de seu irmão, Lourenço Afonso Valente, um cavaleiro do reino.

B – No século XIX a Póvoa vê chegar várias indústrias e o rio Tejo torna-se o meio privilegiado para escoar os produtos que nelas são elaborados.

A – Os povoenses sempre tiveram uma forte ligação com o rio.

B – É verdade. A população na sua origem era maioritariamente constituída por pescadores, trabalhadores ligados à extracção de sal e aos transportes fluviais.
A – No brasão da cidade podem observar estes pormenores.

B – A roda dentada de prata, as faixas ondeadas de prata e duas de azul, o leão de ouro … são símbolos que retratam a nossa cidade.

AP - 6º E - Março 2011

terça-feira, 8 de março de 2011

HOJE É O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

sexta-feira, 4 de março de 2011

BOM CARNAVAL!



Máscaras expostas no bloco 2 junto ao PBX (6º ano - EVT)


ENCONTRO COM A ESCRITORA RITA VILELA


A escritora Rita Vilela esteve na nossa biblioteca, no dia 24 de Fevereiro. Conversou sobre o seu percurso como escritora, respondeu às questões colocadas pelos alunos e falou dos seus livros. O momento alto deste encontro aconteceu, quando a Rita nos contou algumas das suas histórias. Os alunos do Projecto ASM Rádio fizeram uma entrevista à escritora que brevemente será emitida pela rádio da escola.

Os trabalhos escritos pelos alunos e inspirados na saga ONIRIS serão colocados, neste blog, brevemente.

EXPOSIÇÃO "AMENINA DO MAR"

Na Biblioteca / CRE está patente uma exposição de trabalhos dos alunos do 5º ano subordinada ao tema: "A MENINA DO MAR"

quinta-feira, 3 de março de 2011

PORTAL PÓVOA DE SANTA IRIA



Site com fotografias da Póvoa de Santa Iria.

COMBOIO DA BOA VONTADE

Sob o lema DO CORAÇÃO DA CIDADE À CIDADANIA DO CORAÇÃO e no âmbito do ANO EUROPEU DO VOLUNTARIADO, está em fase de preparação uma jornada pela PAZ e NÃO VIOLÊNCIA a qual irá decorrer no Sábado, dia 7 de Maio do ano em curso.

Constará essa jornada da plantação de 7 OLIVEIRAS, junto à casa de ARISTIDES DE SOUSA MENDES, em Cabanas de Viriato - Beira Alta, onde se seguirá uma CELEBRAÇÃO PELA PAZ para a qual é convidada uma representação de cada uma das 7 Expressões religiosas com maior presença em Portugal.

O transporte das oliveiras que são provenientes de 7 pontos do território nacional servidos por linha férrea, para além da sensibilização das crianças para a paz, cooperação e sustentabilidade, convoca, igualmente, nas várias estações dos respectivos Eixos Ferroviários, todos os voluntários que desejem participar nessa jornada. A esta acção coordenada, sobretudo na conexão rodoviária com as várias Estações e em participação cooperante das entidades filiadas na CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DO VOLUNTARIADO, é dado o nome de “ COMBOIO DA BOA VONTADE”.
A 1ª reunião preparatória para esta CELEBRAÇÃO está proposta para o dia 25 de Fevereiro( Sexta Feira), às 19 horas, na FUNDAÇÃO SOUSA MENDES, junto à Sé de Lisboa.
Sairá dessa reunião o plano de preparação que for achado mais conveniente, por parte dos presentes.

Com as melhores saudações
Pelo Núcleo Coordenador
João Rodrigues